Como calcular o custo de aquisição de clientes (CAC)

Quando se tem um negócio, saber os custos que ele gera é fundamental, afinal todo seu controle financeiro dependerá diretamente disso. Dentre os vários custos que uma empresa pode ter, o custo de aquisição de clientes (CAC) é um deles.

Talvez você não tenha se dado conta, mas o custo de aquisição de clientes também deve ser levado em consideração, visto que você precisou investir um valor X para trazer cada novo cliente para sua empresa.

O custo de aquisição de clientes leva em conta todo o processo que vai desde atrair novos cliente até a finalização da compra realizada pelo mesmo. Para maior eficiência na realização do CAC, é necessário que seja feito um controle prévio dos custos do processo.

 

Como calcular o Custo de Aquisição de Clientes

O cálculo do custo de aquisição de clientes é uma conta bem simples: nada mais é que a soma dos investimentos feitos para conseguir novos clientes divido pela quantidade de clientes adquiridos. Isto é, podemos expressar dessa forma:

CAC=Soma dos investimento/ Número de clientes adquiridos

Um erro comum é esquecer que várias áreas da empresa podem colaborar para a aquisição de clientes. Então, como primeiro passo, realize tal identificação para posteriormente realizar o CAC.

Da mesma forma como acontece no passo anterior, é importante ter ciência das áreas que não tem qualquer relação primária com o custo de aquisição de clientes, apesar de fazer parte da sua realidade posteriormente. Tais áreas são:

  • administrativo;
  • suporte;
  • criação do produto;
  • distribuição;
  • embalagem.

Por outro lado, deve-se considerar para fazer o cálculo de custo de aquisição de clientes todos os investimentos em marketing e qualquer outra coisa que seja usado para divulgação e exposição do produto ou serviço e gerar vendas.

Vale lembrar que todos os investimentos em vendas e toda a infraestrutura usada pelos vendedores também devem ser considerados. Se você for trabalhar com panfletos ou vídeos, por exemplo, eles devem estar no cálculo. Outros exemplos são:

  • Investimento em mídia paga;
  • Eventos;
  • Viagens;
  • Treinamentos;
  • Salários da equipe;
  • Comissões de venda;
  • Materiais como panfletos, cartões e banners;
  • Assinatura de programas;
  • Compra de ferramentas de marketing, gerenciamento e outros.

 

Para quais clientes devo usar no meu cálculo?

Outra parte muito importante desse cálculo são os clientes, mas nem todos os clientes são levados em conta na hora da soma. Apenas os clientes que foram conquistados pela sua estratégia de marketing devem ser contabilizados.

Clientes que passam a conhecer seu empreendimento/marca/serviço de forma indireta, isto é, que não teve qualquer relação com a estratégia realizada, não devem ser inseridos na equação para encontrar o custo de aquisição de clientes.

 

Quando devo realizar a análise e o cálculo CAC

O custo de aquisição de clientes pode ser realizado a qualquer momento do ano e pode ter frequência que varia entre anual, semestral, trimestral, bimestral, mensal e quinzenal.

Para definir a frequência do CAC, é essencial que você faça uma análise do seu negócio, assim como o momento pelo qual ela passa e seus objetivos.

No entanto, vale salientar que, ao realizar intervalos mais curtos, os erros serão sanados mais rapidamente e, assim, melhorias poderão ser implementadas com mais velocidade.

 

Identificando se o CAC está positivo

Após fazer os cálculos de custo de aquisição de clientes, é hora de identificar se o seu CAC está dentro dos parâmetros daquilo que é considerado bom ou ruim.

Se você estava procurando uma resposta rápida, infelizmente temos que dizer que, na maioria das vezes, essa não é uma tarefa assim tão fácil.

Tudo dependerá, principalmente, de dois fatores: o tipo de negócio que você está empenhado e o ticket médio. De maneira sucinta, se o custo de aquisição de clientes é menor que o ticket médio, é um bom sinal!

Mas não é tudo! Se o seu ticket médio for R$ 50 e o custo de aquisição de clientes for R$ 45, apesar de estar abaixo, não está bom. Afinal, dificilmente você conseguirá manter todo um negócio que tenha apenas R$ 5 para cobrir despesas e ainda ter lucro.

Para melhorar o CAC, precisamos diminuir o número final, isso significa que a empresa deve gastar cada vez menos para conquistar um cliente e, em contrapartida, a lucratividade deve subir.

Com o intuito de melhorar esse valor, a empresa deve buscar ferramentas e estratégicas dentro do mercado para obter melhores resultados. É importante que os gestores saibam estabelecer metas, realize acompanhamentos e mantenha a equipe engajada.

 

Calcular quanto é o custo de aquisição de clientes, é importantíssimo para a saúde financeira da empresa, assim como ter total controle da mesma, e fazê-la render mais com menos recursos.

Se este artigo foi relevante para você e para seu negócio, não saia sem deixar um comentário para a gente! Mas se ainda tiver dúvidas ou quiser trocar uma ideia sobre sua empresa, entre em contato! Adoramos conversar e tomar café!

QUER RECEBER MAIS CONTEÚDOS COMO ESSE?

Cadastre-se e receba toda semana novos conteúdos sobre Marketing Digital


Nutrição de Leads