Estratégias de Marketing para Nutricionistas que você deve saber!

Adotar estratégias de Marketing Digital é tão importante para os Nutricionistas quanto para qualquer outra profissão – incluindo até as próprias agências de Marketing.

Contudo, é notório o quanto os Nutricionistas vêm crescendo utilizando as Redes Sociais, em especial, para fazer o próprio Marketing.

Mas será que postar nas Redes Sociais basta para que o Nutricionista faça seu Marketing Digital de forma efetiva e que gere resultados que reflitam em sua agenda?

 

A Realidade do Mercado

Como falado acima, praticamente todo Nutricionista cria uma conta no Instagram para dar dicas e se entrosar com o público. Alguns até vendem cursos, mentorias, palestras e tal.

E não há nada de errado nisso.

Contudo, é exatamente por causa disso que vem a necessidade de se diferenciar perante os demais. Afinal, são centenas de Nutricionistas espalhados pela sua cidade fazendo o mesmo.

A pergunta que fica, portanto, é: como se diferenciar?

 

Estratégias de Marketing para Nutricionistas

Faça um estudo sobre o mercado

Bem sei que logo queremos colocar em prática as coisas que aprendemos ou vimos que deram certo, como é o caso da criação de uma conta de Instagram para Nutricionistas.

Mas antes de fazer uma conta, lembre-se do que falamos acima: como se diferenciar? Pois é, para isso, faça um estudo do mercado e da sua realidade.

O que falta no mercado, o que posso oferecer como atrativo, quais são meus pontos fortes, como me comunico com meu público?

 

Faça um estudo sobre seu cliente ideal

É preciso não cair na ideia de que o cliente ideal é apenas aquele que paga e pronto. Não é bem assim.

Se você fala com um mar de pessoas, você está empregando esforço e dinheiro. E nem sempre, naquela multidão, tem gente que realmente quer te ouvir. Isto é, perdeu tempo!

A construção da sua buyer persona, ou o cliente ideal, é primordial para que você se esforce e invista em pessoas que podem trazer real retorno para você.

 

Esteja nas redes sociais e faça um site

Agora sim! Depois te ter estudado o perfil do seu público e o seu mercado, está na hora de colocar a mão na massa. Crie contas nas principais redes sociais e um blog.

Ah, e crie um site. Estar nas redes sociais não é exatamente estar online, principalmente para o Nutricionista, que tem um público diverso que nem sempre está no Instagram, Facebook etc.

 

Invista em conteúdo

Todo Nutricionista que se dá bem nas redes sociais tem duas coisas em comum – e geralmente a segunda está atrelada à primeira:

  • Conteúdo;
  • Indicação boca a boca.

Por isso, invista em conteúdo. Faça materiais que são compartilháveis, tais como infográficos, vídeos, ebooks, imagens que mostrem muito em pouco.

 

Crie um diálogo com sua persona

Através da criação de materiais ricos, capture os e-mails de quem está interessado em seus serviços para que você possa criar um diálogo com ele.

Não significa dizer que você vai pegar e-mail por e-mail e enviar uma mensagem. Você pode criar esse fluxo através da automação.

Crie o hábito de sempre produzir conteúdos ou enviar e-mails com novidades. Assim, é mais um canal de troca. E não se esqueça de oferecer seus serviços no final de cada fluxo!

 

Não tenha medo de investir

A palavra investimento pode trazer medo para alguns profissionais de Nutrição, mas acredite: não há sucesso sem investimento. E não só de dinheiro, mas de tempo e dedicação também.

Além de produzir conteúdo, é necessário fazer investimentos para que seu conteúdo seja visto, e para que você seja encontrado com facilidade e ultrapassar os resultados orgânicos.

Você pode fazer isto através do Facebook Ads, do Instagram Ads e do Google Adwords, além do SEO, que também é uma técnica poderosa para investir sem receios!

Invista também em alguém (ou em uma equipe) de vendas e em atendimento. Pois não adianta nadar e morrer na praia, né? Mas falaremos disso no próximo tópico!

 

Diferenciais que você deve ter

O Marketing para Nutricionistas não termina no tópico anterior, pelo contrário: ainda há muito que podemos fazer para conquistar pessoas, lotar sua agenda e virar referência.

É comum encontrar profissionais que acreditam que, uma vez que o target tenha virado cliente de fato, o trabalho está concluído. Mas não é bem assim!

Você, melhor do que a gente, deve saber que é muito comum que os clientes simplesmente desapareçam do seu consultório. A maioria das vezes por alguns desses motivos:

  • Chegou ao objetivo desejado;
  • E não vê a importância da manutenção;
  • Ficou desestimulado por alguma razão;
  • Acabou saindo do ritmo e resolveu dar um tempo;
  • Priorizou outros compromissos ou necessidades.

Porém, existem maneiras de evitar que ele desmarque um dia e nunca mais volte ao seu consultório de Nutrição. Como?

 

Cause uma ótima primeira impressão

E não estou falando do momento em que ele chega ao consultório, mas sim antes: na hora do atendimento para finalizar a venda.

Seja educado, seja gentil, seja atencioso. Procure saber mais sobre o cliente de forma natural, sem parecer um questionário. Questionários geralmente assustam.

Dê instruções claras para o paciente: informe sobre a importância pontualidade, como o atendimento funciona e sempre fale de possíveis preparos para otimizar a consulta, tais como:

  • Exames feitos recentemente;
  • Remédios que esteja tomando;
  • Principais queixas;
  • Resultados pretendidos;
  • A clara rotina e hábitos do mesmo.

Essa atenção prestada ao paciente vai ajudar a dar o claro valor àquele tratamento e ao atendimento que ele está prestes a receber.

Convenhamos, é muito melhor assim do que aquele velho “Só tenho horário quarta às 11h” e “Ok, agendado, obrigada, boa tarde”, não é?

 

Transforme seu consultório em um lugar agradável

Geralmente consultórios podem causar uma certa tensão para quem o frequenta. Normal! Para ajudar a evitar isso ao máximo, empenhe-se em criar um ambiente agradável.

Revistas, plantas (cuidado com os alérgicos), um aquário, livros, música, sofás confortáveis, limpeza atenciosa e uma boa climatização são algumas das formas de tornar o ambiente bom.

 

Acompanhe o seu paciente

Você pode enviar mensagens lembrando da próxima consulta (simples e eficiente: evita muitas faltas!) ou falando sobre os exames que ele tem que fazer (quando for o caso).

Mas também pode enviar outras mensagens mais amigáveis, dando suporte a uma mudança de hábito que, às vezes, pode ser difícil passar sozinho. Ou você pode dar dicas também!

Só não seja insistente, pois isso pode ser um tiro no pé e te tornar um Nutricionista chato. Busque sempre o equilíbrio!

 

Utilize ferramentas para melhorar sua clínica ou consultório

Existem ferramentas que melhoram, e muito, o dia a dia da sua clínica ou consultório. Graças a elas, você pode ter um histórico prático e acessível de qualquer lugar sobre seu paciente.

Além disso, são uma mão na roda para evitar erros como agendar dois pacientes para o mesmo horário – e acabar gerando uma fila interminável na sua recepção.

As ferramentas de gestão também colaboram para não ter erros financeiros em sua clínica e deixar o relacionamento com os planos de saúde muito mais prático! Se você não conhece nenhuma, de uma olhada no Shosp.

 

Faça pesquisas de satisfação

Tem aumentado o número de clínicas, consultórios e hospitais que se preocupam em saber como foi sua experiência no estabelecimento. Não é à toa!

Às vezes perdemos clientes por pouca coisa, coisas que poderiam ter sido evitadas se simplesmente tivéssemos perguntado ou demonstrado interesse em melhorar.

Por isso, não deixe de fazer pesquisas de satisfação e sempre encoraje seu paciente a responde-las (peça mesmo). Assim você saberá onde está acertando e errando!

 

Espero que esse artigo tenha sido realmente útil para você, Nutricionista! Se você tiver dúvidas ou sugestões deixe seu comentário aqui!

 

dicas de Marketing médico